29.5.11

Trajetória: Sebastião Vasconcelos

No último dia 21, o ator Sebastião Vasconcelos comemorou 84 anos de vida. Nascido na cidade de Pocinhos, na Paraiba, em 1927, Sebastião Vasconcelos Costa iniciou sua carreira em Recife, atuando em várias peças teatrais e participando da fundação do Teatro Universitário. Mudou-se para o Rio de Janeiro em 1955, onde seguiu dedicando-se ao teatro. Não demorou muito para que ele fosse agraciado com o prêmio da Associação Brasileira de Críticos Teatrais, ABCT, como melhor ator coadjuvante do espetáculo "A Viúva Astuciosa", de Carlo Goldoni.

Ao lado de Tônia Carrero e Paulo Autran, dois monstros sagrados da dramaturgia brasileira, Sebastião estreou na TV, lá no início da extinta Tupi. Anos mais tarde, o paraibano ingressou na então recém-inaugurada TV Globo. "O Sheik de Agadir", em 1967, foi um de seus primeiros trabalhos por lá. Nessa novela, assinada pela cubana Glória Magadan, ele interpretava um personagem com grande semelhança física com o ditador Fidel Castro, o que acabou levando a autora a matá-lo de maneira misteriosa, instigando a audiência.

De lá pra cá, Sebastião Vasconcelos participou de inúmeras produções da emissora carioca. "Bandeira 2" (1971), "Saramandaia" (1976), "Sétimo Sentido" (1982), "Grande Sertão: Veredas" (1985), "Vale Tudo" (1988), "Tieta" (1989), "Mulheres de Areia" (1993), "Corpo Dourado" (1998) e "O Clone" (2011) são apenas alguns títulos de seu extenso currículo na telinha global.

Após décadas na platinada, Sebastião migrou para a Rede Record, onde participou das novelas "Caminhos do Coração", em 2007, e "Os Mutantes", em 2008. Atualmente, o veterano está longe da TV, mas pode ser visto na reprise de "O Clone", nas tardes da Globo, como o severo muçulmano Abdul.

Devido à escassez de imagens disponíveis, vamos recordar agora apenas alguns personagens vividos por Sebastião Vasconcelos em sua trajetória na teledramaturgia brasileira. É hora de homenagem no Galeria de Novelas!



E para coroar essa nossa homenagem, uma cena marcante da novela “Mulheres de Areia”. Um momento que merece ser revisto. Não deixe de comentar!


7 Comentários:

cris

É uma carreira de respeito!

Tô Ligado

O melhor papel dele, pra mim, foi em Tieta!

Dii Rainbow

Ele naum eh um fofo??? Feriiiissima!!

Anônimo

Parabéns, Paraibano cabra macho sim senhor.
muitos anos de vida para você.

salete

eu sou suspeita pra falar qulquer coisa sobre esta beldade pois o amo muito pra mim tudo que ele fas e maravilhoso. gostaria de prestar uma homenagem a ele no domingao do faustão como fasem com as outras celebridades pos ele merece por tudo que ele faz e pelo seu talento incomparavel.

beijos de sua fa incondicional.


salete gomes

salete

eu sou suspeita pra falar qulquer coisa sobre esta beldade pois o amo muito pra mim tudo que ele fas e maravilhoso. gostaria de prestar uma homenagem a ele no domingao do faustão como fasem com as outras celebridades pos ele merece por tudo que ele faz e pelo seu talento incomparavel.

beijos de sua fa incondicional.


salete gomes

Pedro Quaresma

Apesar de ter nascido em Pocinhos, tem fazendas no município de Olivêdos, onde tenho muito apreso e consideração pela humildade e sinceridade com os amigos de Olivêdos.
Parabéns Sebastião Vasconselos.
Abraço
Pedro Quaresma

Postar um comentário